Gestor de RH conhece People Analytics?

Publicado em 05 de junho de 2018

Acredito que esta postagem irá gerar deliciosa polêmica. Afinal, a relação entre os profissionais de Coaching e os gestores de RH é muito próxima, muitas vezes estes sendo contratantes daqueles. E o que abordaremos aqui está na fronteira desse relacionamento. No Brasil, até que ponto as decisões dos que comandam as atividades afins a Recursos Humanos estão baseadas em dados e pesquisas, ou são meramente fruto de insights desprovidos de maior racionalidade? E o que dizer sobre os Coaches, quanto à prática de sua atividade quando contratados?

A plataforma vagas.com desenvolveu um estudo técnico em meados do ano passado, querendo conhecer os fundamentos de decisão dos profissionais da área de recrutamento e seleção, abordando 224 empresas. Um terço dos entrevistados estava em cargo de alta gestão e metade era de analistas/especialistas. O nível de confiança para as respostas foi de 95% (margem de 7 pontos percentuais). Um primeiro dado importante é que, além da atividade-objetivo (recrutamento e seleção) pesquisada, praticamente 80% desses profissionais preocupam-se cotidianamente com o atendimento às necessidades do cliente interno, bem como no apoio às estratégias da empresa com melhor adequação dos recursos profissionais alocados.

Uma queixa presente, para praticamente metade dos entrevistados, foi de que eles não se sentiam preparados para conduzir suas atividades com o uso de indicador(es), ou seja, trabalhar com gestão orientada por dados. Um conceito muito comum, para quem trabalha na área de RH, é people analytics. A expressão significa, resumidamente, um processo organizado de analisar os dados sobre comportamento e desempenho dos colaboradores no ambiente de trabalho. E 60% dos entrevistados desconhecia o que é e o que representa a expressão.

Continuando, dos profissionais entrevistados, apenas 8% afirmaram que sua empresa está em nível avançado no uso de dados como suporte à gestão. Mais da metade se sente ainda em estágio básico. Além disso, apenas ao redor de 40% disseram que os dados que coletam são úteis para outras áreas de gestão da empresa, principalmente no planejamento futuro. E vejam só, daquelas empresas que afirmam haver um uso mais frequente de análise de dados, 85% têm apoio apenas em simples planilhas Excel. Ou seja, há um espaço enorme para um Coach bem preparado apoiar a área de Recursos Humanos, não só com propostas de desenvolvimento de competências dos funcionários, mas também e com muita propriedade na implantação de uma cultura de people analytics.

Como foi uma conclusão do estudo, parte dessas dificuldades citadas nascem do fato de Recursos Humanos ser uma área tradicionalmente ocupada por profissionais formados em Administração, Psicologia ou Educação. Com isso, acaba não sendo natural e nem simples avançar rapidamente para um ambiente com processos em que a tecnologia seja um passo além, também participando na contratação e retenção de profissionais, e gerando impacto em diversas formas de liderança e aumento de produtividade. Dois terços dos gestores entrevistados partilharam dessa conclusão do estudo.

No filme Moneyball (O homem que mudou o jogo), estrelado por Brad Pitt e baseado em uma história real, essa premissa de usar dados como forma efetiva de avaliar pessoas é aplicada em um time de beisebol (você pode ver o filme pelo Netflix ou, com menor qualidade, no Youtube – veja trailer). Você, que é profissional de Coaching e se dedica, com foco principal, em Carreiras ou Desenvolvimento de Competências, que tal abrir essa frente de atividades, ajudando os profissionais de RH na criação e aplicação de processos de tecnologia para melhor desempenho em suas atividades? Fica dada a dica!







banner-busca-coach
Curta nossa Fan Page
Revista Coach Me
Pack Autodesenvolvimento
Twittadas Cloud Coaching
banner-busca-coach
banner-cloud-educacao
banner-pinterest
Depoimentos
"Parabéns pelo feito mais que merecido! Vcs têm trazido informações de qualidade, agregando não só a minha vida profissional, mas tb pessoal. Sucesso!!!"
Juliana Garbossa
"Parabéns para a equipe Cloud Coaching ! Acompanho diariamente os posts."
Luciana Furquim
"Parabéns! O conteúdo tem sido bastante interessante!"
Priscila Vidal
"Parabéns pela ideia. Os conteúdos são realmente muito bons. Que seja uma trajetória de ainda mais sucesso."
Rafael van Emelen
"Muito bom! Parabéns equipe Cloud! Já estou com vocês! Abraços!
Ana Cris Tina
"Cloud... Para já conversarmos: amo seus vídeos de motivação, são injeções de ânimo para a Vida. Parabéns pelo magnifico trabalho!!! Vocês são maravilhosos, postagens magníficas, videos, ah! eu acompanho todos. Tenham certeza absoluta que o trabalho, o empenho de vocês, são motivo de vida para muitas pessoas. Continuarei ouvindo todos que chegarem até minha página SIM e não é um elogio apenas, é o meu Aplauso à dedicação de vocês a nos ajudar a superar os embates que a vida nos apresenta. Me faz um bem danado!!! Que Deus os abençõe sempre e tenham um excelente final de semana!!!
Maria Terezinha Barbieri




FAÇA PARTE DA LISTA
CLOUD COACHING DO SUCESSO!


Por que algumas pessoas têm sucesso e outras não?
Algo de diferente elas têm! Será que elas têm simplesmente sorte?
Faça parte da comunidade de pessoas de SUCESSO e descubra!!!
Mais de 100.000 pessoas já se inscreveram e você?
​Vai ficar fora desta?

Inscreva-se agora mesmo e ganhe uma
Revista Coach Me inteiramente grátis!!!


Por favor, aguarde...



Muito obrigado!!!

Sua inscrição foi realizada com sucesso.
Em breve você receberá no e-mail cadastrado
o link para download de sua
Revista Digital Coach Me!

Um abraço da
Equipe Cloud Coaching
Por favor, preencha corretamente os campos!
E-mail inválido!
Ooops aconteceu um erro, tente novamente!
banner-coachme-

Você que segue nossa fanpage no Facebook não pode ficar fora dessa!
Quer se desenvolver pessoal e profissionalmente, sem deixar de lado sua qualidade de vida? Quer dar um gás na sua motivação e produtividade?
Então baixe agora mesmo o seu examplar da Coach Me e mude sua vida!
Basta clicar na imagem acima e você será redirecionado ao IBA, o portal de revistas digitais da Editora Abril.