Um caso desafiador aos Coaches!

Publicado em 29 de setembro de 2015

Vou contar aqui um caso real acompanhado por mim, obviamente omitindo os nomes dos personagens, para que sirva como exemplo de situações com as quais um Coach pode se defrontar. Esse caso tanto pode ser analisado na ótica individual (o cliente único) ou na perspectiva de integração de uma equipe.

Para começar, é necessário contextualizar o caso. O personagem central é um executivo brasileiro de alto nível, vinculado a uma empresa americana de tecnologia digital, com sede em Nova Iorque. O campo de atuação do executivo é no Brasil, mas seus projetos atendem especificações internacionais e são implantados em várias locações (até fora do Brasil). A remuneração dele e de sua equipe, no Brasil, é em função do cumprimento de cronogramas e da liberação dos projetos à implementação. Nos EUA, recentemente a governança dos projetos passou a ser de um americano qualificado e experiente, assessorado por outros profissionais que respondem pela gestão técnica dos projetos.

Essa relação vinha sendo muito boa, até poucos meses atrás. Atualmente, as repercussões totalmente negativas sobre o Brasil (nem preciso explicar os motivos da afirmação), acabam repercutindo de diferentes formas, atrapalhando a condução normal de muitos negócios e projetos. A governança americana começou a exigir reuniões periódicas (a cada quinze dias com a presença pessoal desse executivo junto ao time americano).

A reclamação principal de meu amigo pessoal e “cliente” é de que toda essa nova postura de governança atrapalha a condução dos projetos. Dados que são solicitados, frequentes relatórios e apresentações, isso desvia e consome o tempo do time de brasileiros que poderia se dedicar à consecução dos projetos. Em outras palavras, ao invés de aplicar tempo e competência no projeto, gasta-se recursos para reuniões e mais reuniões, colocando em risco a viabilidade de prazos acertados.

Na visão desse executivo, pior que a demanda por informações tão detalhadas e em curto espaço de tempo, é que não há qualquer decisão tomada que não seja a partir de uma reunião na sede da empresa, com participação de toda a equipe americana. E lá, o gestor do projeto exercita a sua autoridade menos pela competência e mais pela maneira grosseira de se dirigir às pessoas. Como é natural, os subordinados desse gestor também exercitavam a grosseria do chefe.

Abstraindo de detalhes menores, se você estivesse dando sua atenção profissional a este caso, como conduziria o assunto? Melhor perguntando, qual você esperaria ser o verdadeiro problema (objetivo) que o cliente quer ver resolvido? Qual a ponta dessa linha de um novelo complicado, envolvendo o ego e o comportamento de pessoas?

Pois bem, vou dar uma dica de qual foi o desfecho dessa história. A partir de certo momento, o executivo brasileiro queria mesmo era resgatar o respeito e os compromissos como aconteciam no passado. Queria a liberdade de volta para conseguir atender a agenda técnica da empresa, sem desperdício de tempo em viagens cansativas e nada produtivas.

Foi quando, em uma reunião com o time americano, fez seu desafio: “A maneira como vocês querem gerenciar não funciona e só gera problemas... Deixem-me fazer do meu jeito, como sempre deu certo”. Questionado de como ficaria a empresa, se essa liberdade não funcionasse como o executivo afirmava, a resposta foi forte: ”Vocês me demitem e contratam outro que faça como estão querendo”.

Alguém pode imaginar o resultado do conflito? Façam suas apostas, mas posso afirmar que a relação dos times voltou às mil maravilhas. Tudo porque o enfrentamento que aconteceu não foi pessoal e sim profissional. O executivo brasileiro não contestou o potencial individual de seus colegas americanos, mas soube contestar diretamente uma orientação que, com o tempo, seria danosa.

Claro, algum nível de controle os superiores devem ter, mas sem beirar a paranoia. Moral da história: se você tem fé na sua posição pessoal e profissional, muitas vezes é necessário colocar o próprio pescoço a risco. Se não der certo e você for demitido, talvez esteja aí uma motivação a buscar nova colocação mais de acordo com suas expectativas e princípios. E, se der certo (como na maioria das vezes acaba dando), restabelece-se novo equilíbrio de forças e a competência profissional é mais valorizada.







banner-busca-coach
Curta nossa Fan Page
Revista Coach Me
Pack Autodesenvolvimento
Twittadas Cloud Coaching
banner-busca-coach
banner-cloud-educacao
banner-pinterest
Depoimentos
"Parabéns pelo feito mais que merecido! Vcs têm trazido informações de qualidade, agregando não só a minha vida profissional, mas tb pessoal. Sucesso!!!"
Juliana Garbossa
"Parabéns para a equipe Cloud Coaching ! Acompanho diariamente os posts."
Luciana Furquim
"Parabéns! O conteúdo tem sido bastante interessante!"
Priscila Vidal
"Parabéns pela ideia. Os conteúdos são realmente muito bons. Que seja uma trajetória de ainda mais sucesso."
Rafael van Emelen
"Muito bom! Parabéns equipe Cloud! Já estou com vocês! Abraços!
Ana Cris Tina
"Cloud... Para já conversarmos: amo seus vídeos de motivação, são injeções de ânimo para a Vida. Parabéns pelo magnifico trabalho!!! Vocês são maravilhosos, postagens magníficas, videos, ah! eu acompanho todos. Tenham certeza absoluta que o trabalho, o empenho de vocês, são motivo de vida para muitas pessoas. Continuarei ouvindo todos que chegarem até minha página SIM e não é um elogio apenas, é o meu Aplauso à dedicação de vocês a nos ajudar a superar os embates que a vida nos apresenta. Me faz um bem danado!!! Que Deus os abençõe sempre e tenham um excelente final de semana!!!
Maria Terezinha Barbieri




FAÇA PARTE DA LISTA
CLOUD COACHING DO SUCESSO!


Por que algumas pessoas têm sucesso e outras não?
Algo de diferente elas têm! Será que elas têm simplesmente sorte?
Faça parte da comunidade de pessoas de SUCESSO e descubra!!!
Mais de 100.000 pessoas já se inscreveram e você?
​Vai ficar fora desta?

Inscreva-se agora mesmo e ganhe uma
Revista Coach Me inteiramente grátis!!!


Por favor, aguarde...



Muito obrigado!!!

Sua inscrição foi realizada com sucesso.
Em breve você receberá no e-mail cadastrado
o link para download de sua
Revista Digital Coach Me!

Um abraço da
Equipe Cloud Coaching
Por favor, preencha corretamente os campos!
E-mail inválido!
Ooops aconteceu um erro, tente novamente!
banner-coachme-

Você que segue nossa fanpage no Facebook não pode ficar fora dessa!
Quer se desenvolver pessoal e profissionalmente, sem deixar de lado sua qualidade de vida? Quer dar um gás na sua motivação e produtividade?
Então baixe agora mesmo o seu examplar da Coach Me e mude sua vida!
Basta clicar na imagem acima e você será redirecionado ao IBA, o portal de revistas digitais da Editora Abril.