Você julga ou você analisa comportamentos?

Publicado em 05 de maio de 2015

Dias atrás, aconteceu-me um fato que me fez pensar bastante e o qual quero compartilhar com os amigos leitores. Para começo de conversa, vale sempre lembrar que a nossa língua portuguesa tem algumas sutilezas e, vez ou outra, cria armadilhas. A pergunta que faço é a seguinte: é possível analisar comportamentos sem julgar? Ou ao julgar algo, o Coach fica necessariamente comprometido com o contexto, assunto ou atendimento ao cliente?

Vou contar como nasceu esse tema e que, imediatamente, remeteu-me ao mandamento quase bíblico que rege os profissionais de Coaching: não julgarás seu cliente. Um detalhe apenas, é que neste caso a expressão “julgar” em nada se confunde com o aspecto de decidir por uma causa, litígio ou processo. Aqui, assume-se a expressão “julgar” como sinônima de supor, considerar e, se preferirem, avaliar ou analisar.

Peguei um voo do Rio de Janeiro para Nova Iorque e, felizmente, tudo ocorreu direitinho e o avião aterrissou às 05:40h de uma ensolarada manhã. Como é normal em voos longos, basta o avião estacionar para que as pessoas já se levantem, busquem ganhar dianteira ao sair e só consigam, mesmo, gerar um ambiente de “espreme para cá e empurra para lá”. O caso é que, nesse voo, o avião nem tinha ainda parado no finger, aquela plataforma que se conecta à fuselagem. Ele estava em meio ao caminho, com um alerta do comandante.

Devido ao fato de que ainda não são 06:00h, a imigração americana está fechada e só faremos a continuação ao terminal, com a parada final, em vinte minutos. Peço aos passageiros que aguardem sentados em seus lugares. Como eu normalmente deixo para sair com mais calma, de qualquer forma iria continuar sentado. Mas comecei a acompanhar a reação de todos aqueles que já carregavam suas bagagens e se espremiam pelo corredor. Estava eu “analisando comportamentos diferenciados de pessoas” ou “julgando pessoas pela desobediência às normas do comandante”? Ou estaria eu fazendo as duas coisas?

Enfim, o tempo parecia não passar e aquelas pessoas que estavam de pé, mas deveriam estar sentadas, transbordavam ansiedade, angústia e inquietação. Isso sem falar de crianças no colo de seus pais inquietos. Olhando para suas expressões, via-se que haveria um “quase atropelo” quando as portas se abrissem, o que ocorreu com alguns (felizmente, com uma minoria não se deixando levar pelo clima). Já no hotel, eu me questionei se teria ultrapassado (ou não) o princípio de nunca julgar os outros. Afinal, um Coach tem isso como princípio profissional.

Não sei se foi para me dar a desculpa ou mesmo para valorizar o fato como aprendizagem, conclui que o Coach é como o comediante que transforma o cotidiano em um palco de conhecimento e laboratório de criação de histórias. Em nome de levar as pessoas ao riso, o comediante quer fazer graça com os diferentes tipos de comportamentos, o que é inerente à sua esfera profissional. Porém, o Coach, tem outra ambição, que é a busca sempre presente de entender o ser humano nas demonstrações de forças e fraquezas, construindo caminhos.

Conclui que, no avião, eu não julgava as pessoas pelo certo ou errado, por serem iguais ou diferentes na ação. Mas pude perceber que, mesmo em um momento onde tudo era letargia e que ninguém poderia trazer qualquer interferência ao ambiente, as pessoas agem de maneiras muitos díspares e até sem sentido. O profissional de Coach deve respeitar e buscar entender para, em eventual necessidade, trazer o aprendizado ao ambiente de um processo em curso.







banner-busca-coach
Curta nossa Fan Page
Revista Coach Me
Pack Autodesenvolvimento
Twittadas Cloud Coaching
banner-busca-coach
banner-cloud-educacao
banner-pinterest
Depoimentos
"Parabéns pelo feito mais que merecido! Vcs têm trazido informações de qualidade, agregando não só a minha vida profissional, mas tb pessoal. Sucesso!!!"
Juliana Garbossa
"Parabéns para a equipe Cloud Coaching ! Acompanho diariamente os posts."
Luciana Furquim
"Parabéns! O conteúdo tem sido bastante interessante!"
Priscila Vidal
"Parabéns pela ideia. Os conteúdos são realmente muito bons. Que seja uma trajetória de ainda mais sucesso."
Rafael van Emelen
"Muito bom! Parabéns equipe Cloud! Já estou com vocês! Abraços!
Ana Cris Tina
"Cloud... Para já conversarmos: amo seus vídeos de motivação, são injeções de ânimo para a Vida. Parabéns pelo magnifico trabalho!!! Vocês são maravilhosos, postagens magníficas, videos, ah! eu acompanho todos. Tenham certeza absoluta que o trabalho, o empenho de vocês, são motivo de vida para muitas pessoas. Continuarei ouvindo todos que chegarem até minha página SIM e não é um elogio apenas, é o meu Aplauso à dedicação de vocês a nos ajudar a superar os embates que a vida nos apresenta. Me faz um bem danado!!! Que Deus os abençõe sempre e tenham um excelente final de semana!!!
Maria Terezinha Barbieri




FAÇA PARTE DA LISTA
CLOUD COACHING DO SUCESSO!


Por que algumas pessoas têm sucesso e outras não?
Algo de diferente elas têm! Será que elas têm simplesmente sorte?
Faça parte da comunidade de pessoas de SUCESSO e descubra!!!
Mais de 100.000 pessoas já se inscreveram e você?
​Vai ficar fora desta?

Inscreva-se agora mesmo e ganhe uma
Revista Coach Me inteiramente grátis!!!


Por favor, aguarde...



Muito obrigado!!!

Sua inscrição foi realizada com sucesso.
Em breve você receberá no e-mail cadastrado
o link para download de sua
Revista Digital Coach Me!

Um abraço da
Equipe Cloud Coaching
Por favor, preencha corretamente os campos!
E-mail inválido!
Ooops aconteceu um erro, tente novamente!
banner-coachme-

Você que segue nossa fanpage no Facebook não pode ficar fora dessa!
Quer se desenvolver pessoal e profissionalmente, sem deixar de lado sua qualidade de vida? Quer dar um gás na sua motivação e produtividade?
Então baixe agora mesmo o seu examplar da Coach Me e mude sua vida!
Basta clicar na imagem acima e você será redirecionado ao IBA, o portal de revistas digitais da Editora Abril.